Atendimento somente pelo site e a cliente usuário final.

Onde o preço faz a diferença!

Switch, modem e roteador, qual a diferença?

Switch, modem e roteador, qual a diferença entre eles? Isso certamente é crucial para que você faça a compra do equipamento ideal para a sua necessidade.

Que switch, modem e roteador são equipamentos relacionados a redes e servem para conectar equipamentos a uma mesma rede, talvez você já saiba.

Mas apesar de terem funções parecidas, esses aparelhos têm diferenças na forma como desempenham suas funções.

Se você está precisando ampliar a sua rede local, compartilhar conexão de internet ou conectar computadores, vamos te mostrar as diferenças entre esses aparelhos. Fique com a gente até o final do artigo!

Switch x hub: qual a diferença?

Podemos dizer que o switch é uma versão atualizada do hub. Ambos são aparelhos utilizados para interconectar computadores numa mesma rede local.

Porém a grande diferença entre um hub e um switch é que quando um hub recebe dados de um computador ele retransmite esses dados para todos os outros equipamentos ligados à rede.

Neste momento nenhum outro dispositivo consegue transmitir dados. Esse procedimento só passa a ser possível quando o hub tiver transmitido os dados anteriores.

Essa limitação somada à impossibilidade de conectar a LAN à internet, fizeram os hubs caírem em desuso.

Switch

Embora tenha a mesma função básica dos hubs, o switch trabalha de forma diferente: através de canais de comunicação do tipo “origem e destino”.

Isso quer dizer que os dados saem do dispositivo de origem e são direcionados apenas ao dispositivo de destino, sem passar por todos os dispositivos da rede.

Isso torna a comunicação na sua rede muito mais ágil e segura, independente do tamanho dela. Você pode encontrar switches com 8, 16, 24, 48 ou 96 portas, por exemplo.

Switch Ubiquiti UniFi Pro G2 24P

Switch gerenciável e switch não gerenciável

Basicamente você pode trabalhar com dois tipos de switches: o switch gerenciável e o switch não gerenciável.

Os modelos não gerenciáveis são os mais simples e baratos, indicados para redes pequenas ou com baixo volume de fluxo de dados.

Isso porque esse tipo de switch é “plug and play”. Tudo o que você pode fazer com ele é plugar os computadores que fazem parte da rede e ajustar um ou outro parâmetro ligado ao funcionamento da própria rede.

Já os switchs gerenciáveis você consegue configurar diversos parâmetros e assim aumentar a segurança da rede, melhorar o fluxo de dados e priorizar determinado tipo de tráfego, por exemplo.

Com um switch gerenciável você pode inclusive monitorar a rede remotamente.

Modem

Esse possivelmente seja o aparelho mais conhecido de todas as pessoas que utilizem internet.

O modem surgiu como o responsável por transformar o sinal analógico em digital, uma vez que utilizávamos a internet ligada às linhas telefônicas ( a famosa internet discada).

Hoje com tecnologias de conexão mais avançadas como ADSL, redes móveis 3G e 4G, fibra ótica e outras, encontramos modens mais evoluídos que inclusive muitas vezes fazem a função de roteador e switch ou hub também.

Roteador

O roteador tem a função de redirecionar pacotes de dados dentro de uma rede ou entre redes diferentes.

Roteadores podem ter diferentes quantidades de portas e trabalhar em conjunto com switches ou mesmo hubs. Além disso, um roteador sempre traz recursos complementares, como ferramentas para firewall, DHCP e DNS.

Na prática o uso de roteadores é comum em situações em que é necessário interligar redes diferentes, e ao mesmo tempo mantê-las isoladas.

Assim, quem está em uma rede não consegue enxergar diretamente a outra, a menos que utilize o dispositivo como “caminho” para isso.

Por exemplo: uma empresa que ocupa um prédio de três andares e tem uma rede em cada um deles pode usar um roteador para interligá-las e, ao mesmo tempo, conectá-las à internet.

Roteador Wi-Fi (wireless ou sem fio)

As redes sem fio (Wi-Fi) são cada vez mais comuns sobretudo para a conexão de notebooks, smartphones, TVs e outros periféricos à internet.

É aqui que entram os roteadores Wi-Fi, que criam uma rede local e a conectam à internet trabalhando basicamente em direcionar os pacotes de dados recebidos e enviados entre cada nó da rede e a internet.

Um roteador Wi-Fi pode ter ou não portas para conexão via cabo Ethernet. Além disso, ele pode trabalhar com velocidades de transmissão de dados diferentes e variar em alcance físico (proporcionado pela antena).

Por exemplo: se você tiver um roteador de 150 ou 300 Mb/s, ele deve funcionar bem em uma casa que tem poucos dispositivos conectados. Mas, em um escritório relativamente grande ou para aplicações que exigem muita largura de banda (vídeos online em resolução 4K, por exemplo), roteadores Wi-Fi mais potentes são indicados.

Roteador Wireless Gigabit

Conclusão

No texto de hoje, trouxemos as principais características e diferenças de cada um desses importantes aparelhos de rede: switch, modem e roteador, para que você entenda qual deles atende melhor a sua necessidade hoje.

Modens servem para estabelecer e intermediar conexões à internet..

Switchs e hubs são equipamentos apropriados para redes em que um computador precisa se comunicar com todos os outros ao mesmo tempo.

E os roteadores são equipamentos capazes de definir a rota mais adequada para um pacote de dados chegar ou sair de um nó e, como tal, permitem a interconexão de redes diferentes ou de uma rede com a internet.

Na Eutec trabalhamos com diversas opções de equipamentos de rede, atendendo às mais diversas necessidades de empresas.

Clique e veja nossas opções de switchs ou roteadores para a sua empresa!

Somos uma empresa presente há 22 anos no mercado. Trabalhamos com as melhores marcas (TP-Link, Ubiquiti, HPE Aruba, as melhores distribuidoras do Brasil e oferecemos condições especiais para empresas:

  • Parcelamento em até 3x no boleto bancário;
  • Parcele sua compra em até 48x com seu cartão do BNDES (produtos selecionados). Caso você ainda não possua esse cartão, clique e saiba mais como obter o seu cartão do BNDES;
  • Atendimento a órgãos públicos, mediante apresentação da Nota de Empenho.

Fale conosco e tire todas as suas dúvidas! Será um prazer atender a sua empresa!

Leia também